documentos-para-alugar-imovel

Se, em algum momento, você já buscou alugar um imóvel sabe que a burocracia costuma ser grande e a documentação extensa, certo?

 

São tantos documentos que muitas pessoas preferem continuar na casa dos pais ou morando de favor pela grande papelada que precisa ser reunida para que, enfim, você feche um contrato de aluguel e receba suas chaves. Mas nem sempre é assim.

 

Confira neste post os documentos necessários para alugar um imóvel em Franca e os diferenciais da Parra na hora de fechar um contrato de locação. Anote tudo e veja como está cada dia mais prático alugar um imóvel.

 

A importância de documentos para contrato de aluguel

 

Precisamos concordar que reunir documentação, para qualquer fim, é um trabalho chato e cansativo. Mas essa obrigação existe por diversos motivos.

 

As documentações, no caso de transações imobiliárias, servem para dar uma série de garantias e seguranças para ambas as partes, seja comprador e vendedor, proprietário e inquilino, imobiliária e anunciante.

 

No caso do aluguel, recolhemos documentações do imóvel e do proprietário, para confirmar posse, estado legal do imóvel e do seu dono e a viabilidade de locação, seja para moradia ou uso comercial. Já dos inquilinos recolhemos documentação para comprovar seu estado legal e, também, sua capacidade de arcar com os custos de locação à longo prazo.

 

Toda essa documentação é analisada pela equipe jurídica que montará o contrato de aluguel e, por isso, é tão importante. Sem a documentação o advogado responsável não saberá se, por exemplo, a casa em questão tem viabilidade comercial e se, por ventura, o inquilino conseguirá manter os pagamentos de forma adimplente durante todo o período.

 

Quais os documentos para alugar imóvel em Franca

 

Pela Lei do inquilinato, para alugar um imóvel em Franca são necessários documentos para contrato de aluguel que abrangem tanto a pessoa física, seus rendimentos e as garantias necessárias.

 

Abaixo listamos os documentos necessários para ambos os cenários, tanto a documentação para a locação quanto a documentação para a garantia locatícia escolhida, confira:

 

Os documentos para um contrato de locação

 

Documentos pessoais: Os primeiros documentos à serem apresentados são os documentos pessoais, como RG e CPF. Para pessoas jurídicas é necessário o contrato social, ficha de inscrição estadual e/ou municipal e o cartão de CNPJ, além dos documentos pessoais dos sócios.

 

Comprovante de renda: Também são solicitados comprovantes de renda, como os 3 últimos holerites ou 3 extratos bancários completos dos últimos três meses. Este valor precisa ser 3 vezes superior ao valor do aluguel do imóvel pretendido. Para PJ é solicitado o último balanço feito por contador certificado.

 

Comprovante de residência: Qualquer documento, como uma fatura de luz, serve como um comprovante de residência para pessoa física, lembrando que precisa estar em nome do futuro inquilino. Nos casos de PJ é necessário o comprovante de endereço e de propriedade da empresa, além dos comprovantes pessoais dos sócios.

 

Imposto de renda: Declarante ou não, é solicitado o último imposto de renda do inquilino para conferência. Para PJ é pedido a última declaração de imposto de renda da empresa.

 

Os documentos para contratar garantia locatícia

 

Caso você não saiba o que é ou como funciona uma garantia locatícia, ela é uma exigência na Lei do Inquilinato. Basicamente é um meio de garantir que o pagamento das mensalidades do aluguel ocorrerá de uma forma ou de outra.

 

O que isso significa? Que nos casos de inadimplência do inquilino o proprietário receberá seu aluguel normalmente, por alternativas que cobrem o aluguel atrasado, “garantindo” a taxa de locação, e é daí que vem seu nome. Confira os documentos das principais garantias locatícias:

 

Fiador: A mais comum das garantias, ela aloca uma terceira pessoa para cobrir o aluguel no lugar do inquilino. Para sua contratação é preciso dos seguintes documentos do fiador: Documentos pessoais, comprovante de renda atualizado, eventuais certidões de casamento e documentos do cônjuge, comprovante de renda (superior 3 vezes ao aluguel) e matrícula de um imóvel em seu nome no estado de São Paulo.

 

Seguro Fiança: Contratado junto a uma seguradora, funciona como um seguro de carro, se der algo errado o seguro cobre. Para sua contratação é preciso de: Documentos pessoais, comprovante de renda e comprovação de renda (que pode ser feita por composição de renda com outras pessoas).

 

Vale ressaltar que o Seguro Fiança é a modalidade que mais cresce em adesão no mercado de locação imobiliária, tanto pela segurança que ela gera ao proprietário quanto pela facilidade de contratação por parte do inquilino, que não depende de outras pessoas e não tem um comprometimento de renda grande, se tornando extremamente acessível e muito confiável para ambas as partes.

 

Veja um pouco mais sobre as coberturas do seguro fiança no site do parceiro da Parra clicando aqui.

 

Fiança por cartão de crédito: Neste caso o inquilino utiliza seu próprio cartão de crédito como fiador, assim ele não envolve um fiador ou precisa contratar um seguro. Para utilizá-lo ele precisará de: documentos pessoais, comprovante de residência, última fatura do cartão de crédito e um limite pré estabelecido pela intermediadora.

 

Caução por Capitalização: Neste modo de garantia o inquilino compra uma carta de crédito em forma de título de capitalização junto à uma instituição financeira. Este dinheiro fica aplicado e só é retirado em caso de inadimplência, caso contrário pode ser sacado pelo inquilino ao fim do contrato. Para esta garantia você precisará de: Documentos pessoais, comprovante de residência e de renda.

 

Como alugar um imóvel online em Franca

 

O aluguel online não exime você de reunir os documentos citados, mas os sistemas de cadastro e confecção de contrato online te livram da burocracia de enfrentar filas de cartório. 

 

Ao longo de 2020 foi necessária a modernização de sistemas para evitar o processo físico de certas transações, como a contratação de imóveis por aluguel. Com isso você pode escolher seu imóvel, preencher a ficha de cadastro, anexar seus documentos, revisar o contrato e assiná-lo, tudo de forma online e segura.

 

Acesse o site da Parra e confira meios de alugar seu imóvel de forma online, segura e com menos burocracia. Saiba mais sobre o aluguel facilitado da Parra clicando aqui.