Na hora de comprar um imóvel, é muito comum que haja dúvida entre contratar um consórcio ou financiamento imobiliário. Isso porque o valor de um bem desse porte é elevado e nem todo mundo tem poder aquisitivo para pagar à vista. Entretanto, antes de contratar qualquer um dos serviços, é necessário tirar todas as suas dúvidas e entender como essas duas modalidades de crédito funcionam. Confira o post e entenda qual a diferença entre consórcio e financiamento!

A Parra Imobiliária elaborou este material completo para que você conheça as vantagens e desvantagens de cada modalidade e consiga comprar sua casa própria sem estresse e sem intercorrências durante o processo.

Leia também: 

Investimento em imóveis: quais as tendências de 2021

O que é melhor: construir ou comprar pronta sua nova casa?

O que é consórcio e como funciona?

O consórcio é uma forma de aquisição em que não são cobrados juros, mas sim uma taxa administrativa para a empresa que oferece o serviço. 

Com o consórcio, você escolhe o valor de uma carta de crédito e paga mensalmente uma mensalidade. Na grande maioria dos casos, os valores são menores se comparados às prestações de financiamento. Ainda assim, para garantir o melhor investimento, você deve ficar atento às variações da taxa cobrada pelas administradoras.

Vantagens 

A principal vantagem de um consórcio é que o preço pago para adquirir sua casa tão desejada é dividido em parcelas. Porém, ele pode não ser uma boa opção se você precisa urgente do imóvel.

Veja como funciona o consórcio de imóvel: quando você faz adesão a um grupo de consórcio, participa de sorteios mensais — caso esteja com as prestações em dia — e, ao ser contemplado, tem o direito de pegar o valor da carta de crédito desejada. Caso você não seja sorteado, você pode dar um lance em dinheiro e, então, abater o valor em parcelas. Para isso, o seu lance deverá ser o maior dentre as ofertas. 

Confira esse exemplo: se você pegar uma carta de R$ 40 mil e der um lance de R$ 15 mil (37,5% do valor) e o seu lance for o vencedor, o valor oferecido será abatido das suas prestações, de maneira a reduzir o prazo final para quitação. Porém, lembre-se de que o seu lance tem que ser o maior entre os participantes ou estar entre os maiores, pois, dependendo da disponibilidade de saldo no grupo, a administradora contempla o maior lance e também os subsequentes, liberando tantas cotas quanto o saldo permitir. 

Especificamente para imóveis o seu saldo de FGTS poderá ser utilizado para ofertas de lances ou quitação de parcelas. 

O que é o financiamento?

O financiamento imobiliário é uma ótima alternativa para aqueles que estão interessados em obter o seu próprio imóvel e não possuem a quantia suficiente para concretizar esse sonho. Em sua definição, o financiamento é um segmento de crédito fornecido pelas organizações financeiras para adquirir um imóvel novo ou usado, independentemente da sua finalidade. Ele também pode servir para a aquisição de lotes que ainda não possuem construção alguma. 

Entretanto, pela grande procura desse tipo de investimento, há muitas informações disponíveis a respeito mas, também, dúvidas. Por isso, fique atento ao conteúdo a seguir e entenda as vantagens e os tipos de financiamento que existem.

Tipos de financiamento

O Sistema Financeiro da Habitação (SFH) é o principal modelo de financiamento imobiliário usado no Brasil. Nessa modalidade, são usados recursos da conta poupança e do FGTS para que possa ocorrer a liberação de crédito a quem deseja comprar ou construir um imóvel. 

Pelo SFH, é possível financiar até 80% do valor total do imóvel, incluindo despesas. O SFH também permite o financiamento de imóveis residenciais de até R$ 1,5 milhão, com juros de até 12% ao ano. 

Além disso, por esse modelo, o candidato ao financiamento deve cumprir alguns critérios, como:

  • O valor mensal das parcelas não pode comprometer mais do que 30% da renda bruta de quem contrata.
  • O prazo máximo de quitação da dívida é de 35 anos (420 meses).
  • Só pode contratar esse modelo de financiamento quem for pessoa física.
  • E é necessário ter o correspondente a 10% do valor total do imóvel para poder usar o FGTS como abatimento no valor do imóvel.

Além disso, o contratante não pode ter outro financiamento em aberto. 

Confira aqui um post do nosso blog para saber como amortizar o financiamento e quitá-lo de maneira mais rápida.

Caso o seu perfil não se encaixe no SFH ou a propriedade tenha um valor superior a R$ 1,5 milhão, a alternativa para financiar imóvel é utilizar o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI). Pelo SFI, você pode financiar imóveis residenciais com preço acima de R$ 1,5 milhão, ou seja, imóveis com valor mais elevado ou com parcelas um pouco mais altas. 

Nesse modelo de financiamento, o fundo é proveniente do Mercado de Capitais e possui juros de 12% a 16% ao ano. Além disso, não é possível utilizar o FGTS para quitar parte do valor do imóvel. Confira as exigências no SFI.

  • O valor oferecido como crédito pode chegar a 90% do valor do imóvel financiado.
  • Não há limite de renda dedicada à parcela, ou seja, você pode pagar parcelas mais altas e quitar o financiamento em menos tempo.
  • O modelo pode ser contratado tanto por pessoas físicas como por pessoas jurídicas.
  • O prazo de quitação máximo é de 35 anos (420 meses).
  • Não há limites para os juros, que em média variam de 12% a 16% ao ano.

Vantagens

De modo geral, os financiamentos também oferecem prazos maiores que os consórcios. Por exemplo, na hora de comprar a casa própria, há bancos que permitem que você parcele a dívida em 400 prestações, enquanto no consórcio o prazo máximo fica por volta de 240 meses.

Dessa forma, financiamentos podem oferecer taxas baixas, principalmente em épocas de taxa Selic reduzida. O contratante também pode adquirir seguros por morte ou invalidez, ou seja, oferece uma segurança para o comprador e a família.

O financiamento também é indicado para quem precisa do imóvel imediatamente, sem que haja a necessidade de esperar ser contemplado. 

Conte com a Parra Imobiliária para comprar seu imóvel

Está em busca de imóveis à venda em Franca (SP) ou quer construir sua casa própria? Tem alguma dúvida sobre consórcio ou financiamento de imóveis? Conte com a ajuda da consultoria especializada da Parra Imóveis

A Parra é uma imobiliária de referência em Franca (SP) que possui corretores experientes no mercado. Sem falar no atendimento, que preza pela ética e transparência, oferecendo serviços que orientem os seus clientes a tomarem as melhores decisões de negócio. Clique aqui e fale com um de nossos consultores.